TAB – Trans. Afetivo Bipolar

transtorno bipolar

Para diagnosticar transtorno bipolar é necessário o preenchimento de critérios para episódios maníacos ou hipomaníacos. Além disso, os episódios podem ter sido antecedidos ou então seguidos por episódio depressivo.

 

A característica essencial de um episódio maníaco é um período distinto de humor anormal e persistentemente elevado, expansivo ou irritável. Assim como um aumento persistente da atividade ou da energia, com duração de, pelo menos, uma semana. Em geral, presente na maior parte do dia, quase todos os dias (ou qualquer duração, se a hospitalização se fizer necessária).

 

Alterações de humor em transtorno bipolar

 

O humor, em um episódio maníaco, costuma ser descrito como eufórico, excessivamente alegre, elevado ou “sentindo-se no topo do mundo”. Às vezes, o humor é tão anormalmente contagiante que é reconhecido com facilidade como excessivo. Dessa forma, pode ser caracterizado por entusiasmo ilimitado e indiscriminado para interações interpessoais, sexuais ou profissionais.

 

Por exemplo, a pessoa pode espontaneamente iniciar conversas longas com estranhos em público. Ou então o humor predominante é irritável em vez de elevado, principalmente quando os desejos do indivíduo são negados ou quando ele esteve usando substâncias. Mudanças rápidas no humor durante períodos breves de tempo podem ocorrer, sendo referidas como labilidade.

 

Durante o episódio maníaco, a pessoa pode se envolver em vários projetos novos ao mesmo tempo. Os projetos costumam ser iniciados com pouco conhecimento do tópico. Assim, parece estar fora do alcance do indivíduo.

 

Autoestima inflada costuma estar presente. Isto é, varia de autoconfiança sem críticas a grandiosidade acentuada. Desse modo, pode chegar a proporções delirantes.

 

Mudanças de comportamento

 

Uma das mudanças mais comuns é a redução da necessidade de sono, que difere da insônia, em que o indivíduo deseja dormir ou sente necessidade disso, mas não consegue. Ele pode dormir pouco, se conseguir, ou pode acordar várias horas mais cedo que o habitual, sentindo-se repousado e cheio de energia.

 

A fala pode ser rápida, pressionada, alta e difícil de interromper. Os indivíduos podem falar continuamente e sem preocupação com os desejos de comunicação de outras pessoas, frequentemente de forma invasiva ou sem atenção à relevância do que é dito.

 

Com frequência, os pensamentos do indivíduo fluem a uma velocidade maior do que aquela que pode ser expressa na fala. É comum haver fuga de ideias, evidenciada por um fluxo quase contínuo de fala acelerada, com mudanças repentinas de um tópico a outro.

 

Durante um episódio maníaco, é comum os indivíduos não perceberem que estão doentes ou necessitando de tratamento. Por isso, resistem, com veemência, às tentativas de tratamento. Podem mudar a forma de se vestir, a maquiagem ou a aparência pessoal para um estilo com maior apelo sexual ou extravagante.

Tratamento

O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) precisa de seguimento psiquiátrico e manejo medicamentoso, em suas formas mais graves internação em ala psiquiátrica pode ser necessária, em sua forma mais leve pode com frequência ser confundido com outros diagnósticos. O acompanhamento de um profissional qualificado para diagnóstico e tratamento é fundamental. Uma vez estabelecido o diagnóstico várias medicações podem ser usadas no seu tratamento, usualmente estabilizadores de humor e antipsicóticos atípicos.

Diferenciais

  • Primeiro atendimento com duração de 2 horas;
  • Atendimento individualizado;
  • Flexibilidade de horários;
  • Contato direto;
  • Relatório de atendimento para seu psicólogo;
  • Local confortável.
Contato/agendamento

 

WhatsApp chat